quarta-feira, março 31, 2004

BeOS vs Athlon


Minha única frustração quanto ao Athlon aqui é o fato de eu não ter conseguido instalar nenhum dos BeOS que eu tenho, mesmo após várias tentativas infrutíferas, seguindo tutoriais e CDs que supostamente deveriam funcionar. Que frustração. Gosto tanto deste SO, queria ver rodando rápido aqui neste micro.
Mas enquanto isso, vou desfrutanto da rapidez que ele me proporciona no Windows e no OS/2. Com Linux tenho um pouco de encrenca por eu não ter conseguido configurar direito por falta de tempo e paciência.

sexta-feira, março 26, 2004

Athlon firme e forte


Finalmente estou satisfeito com ele. Roda muita coisa bem rapido, DivX, joguinhos, etc. Faz cálculos a uma velocidade alucinante comparado ao meu bom e velho K6-2 que estou usando no momento para digitar este texto. Só tive dois contratempos, a placa de vídeo que meu irmão escolheu, de nome Xabre da SiS, especificamente uma AG200D32. Ela é rápida e satisfatória para o uso que meu irmão fará, mas para mim, virou um problema, uma vez que para o Linux e OS/2 e provavelmente BeOS (se eu conseguir instalar) vão ter que rodar em modo VESA em framebuffer na melhor das hipóteses. O flick no OS/2 em modo 1024x768 está me deixando maluco. Problemas esses inexistentes claro para o Windows, pelo menos. Essa placa aparentemente foi uma tentativa fracassada da SiS para concorrer com as placas gráficas 3D da GeForce e ATI Radeon, um PCChips das placas de vídeo. Assim como placas mãe dela usam SiS.

Também me sentia bastante incomodado com a alta temperatura do processador, chegava a belos 65-70oC em dias de médio calor e com alto processamento. Então resolvi abrir tomando o máximo de cuidado em preservar o selo de garantia e instalei dentro um ventilador de exaustão no local próprio para isso próximo ao processador, do lado dos conectores. O resultado foi incrível, caiu para médios 42-49oC. :D Melhor que eu esperava.

quarta-feira, março 24, 2004

AthlonXP 2400+ Funcionando!



Muito bom, finalmente, após 23 dias da data de compra o bichim está funcionando, apesar disto tive bastante trabalho ontem testando-o nas mais diversas situações e com Sistemas Operacionais diferentes. Destes, só não consegui fazer funcionar o BeOS que tem problemas com Athlons, existe o patch e vou testar hoje, vou ter que usar um CDRW. Ainda bem que são regraváveis. :)
Apesar do alívio, a dor-de-cabeça que se seguiu foi um absurdo, tomei Dipirona sódica( vulgo novalgina) e Diidroergotamina ( nome comercial Parcel). Tive que tomar dois comprimidos deste segundo, e ele é 99% garantido de sarar mas tem problemas com excesso de dosagem por isso não abuso dele. Porque o corpo vicia dele e só sara com ele, e depois pior, nem com ele. :(. Coisas de bioquímica.

segunda-feira, março 22, 2004

A Novela do Athlon do meu Irmão


Espero que amanhã seja o fim desta dor-de-cabeça. Ficou pronto hoje, não me pergutaram nada, acusaram de nada, ainda bem. Como era quase final do expediente comercial, não haveria tempo para ir buscar, mesmo de carro, deixei para ir amanhã. Vejamos se vai ficar tudo bem, rodando tudo sem problemas e inclusive os jogos que meu irmão tanto quer jogar, e já está sem paciência de esperar.
Só esperar para ver e acreditar. Espero que eu não tenha que ir novamente reclamar de alguma coisa no dia seguinte....

segunda-feira, março 15, 2004

Aznar perde a eleição


Seu candidato a sucessor, favorito até antes da trajédia, Rajoy perdeu a eleição para a oposição, o Zapatero. Um resultado previsível. A essa altura, o partido de Aznar e o próprio devem estar loucos da vida com esse reviravolta.
Às vezes governos precisam tomar decisões impopulares, mas esse em especial, o de se aliar aos EUA, foi ignominioso. Um risco que Aznar sabia que havia, mas como se imaginava um país periférico na guerra, desconsiderou. Agora paga um alto preço pelo que fez.
Duro é pensar que 200 pessoas, aqui no Brasil, morrem todos os dias em acidentes de trânsito, em tiroteios, balas perdidas, etc. Não sei a quantidade exata indicada pelas estatísticas. Mas sei que muita gente morre por dia por aqui, podendo até dizer que estamos em uma situação de Guerra Civil, entretanto o governo não aceita isso. Como a impunidade e a corrupção correm soltos, as coisas continuam como está só podemos lamentar essas mortes de todos os dias aqui no nosso país.

domingo, março 14, 2004

Campo de Batalha


Vi com profundo pesar o atentado na Espanha em Madri onde trens e cidadões comuns são alvo de ataques terroristas.
Espanha está recebendo o troco do preço político da decisão tomada por José Maria Aznar de apoio ao Terrorismo dos EUA, sob a sofisma de "Guerra pela Paz", em troca de apoio político e comercial com aquele país. Um "toma-lá-dá-cá", uma troca de favores, tal qual fizeram a Inglaterra e outros países. Agora suas populações sofrem pelo medo constante de um novo atentado que possa vir a acontecer em seus respectivos territórios.
O povo da Espanha não defendeu a aliança aos EUA de seu país, antes foi uma rejeição de 80%, mas faltou representatividade no congresso para rejeitar a decisão tomada por Aznar. Pois supostamente a Espanha, apesar de ser um estado monárquico, é parlamentarista, não é uma monarquia ditatorial. Desconheço o sistema legal para saber como foi o processo de decisão tomada por Aznar de se aliar aos americanos, mas supostamente uma democracia republicana forte deveria ter impedido uma iniciativa como essa, indo de desagravo com a opinião pública.
Aqui no Brasil também falta isso, pois quase a totalidade das decisões importantes são tomadas com quase total desconhecimento da população. Somente aqueles que recebem uma atencão grande por parte da imprensa passam a fazer parte das discussões do dia-a-dia da população. Apesar que pior é quando a opinião pública é cingida por reportagens parciais que em maior ou menor grau já imputam a opinião a ser tomada pelo público acrítico.

terça-feira, março 09, 2004

O Athlon2400+ do meu irmão :(


Esse Athlon virou uma dor-de-cabeça, tenho que ir para a Santa Ifigênia de novo hoje, o micro inteiro, para averiguar o por quê dele não rodar os malditos jogos atuais 3D que meu irmão quer jogar tanto. Primeiro foi a memória, agora pensei que fosse a placa de vídeo, mas não era pois eu o substituí e nada feito. O restante, tirando o excesso de aquecimento que pára o micro as vezes com o gabinete fechado, rola sem problemas, para navegar, ICQ, etc. Jogos recentes, esquece, como Warcraft3, Castle Wolfenstein e UnrealTournament 2003. Até Alien vs. Predator que é um jogo meio antigo trava, que raiva.

sábado, março 06, 2004

Micro rápido e os jogos



É complicado resistir aos joguinhos nesse Athlon do meu irmão. A idéia que tenho é de nem começar para nem viciar. Ele eu sei que vai, mas ele tem tempo, por enquanto. Eu não posso me dar a esse luxo, embora eu até poderia em princípio, mas não vou. Tenho que fazer meus deveres. Vou jogar só quando estiver muito de mau humor ou sem vontade alguma. Quando nem debugar e desenvolver MSX estiver rendendo.

quinta-feira, março 04, 2004

O Athlon 2400+ do meu irmão



Segunda-feira, eu e meu irmão fomos para a Santa-Ifigênia comprar um novo micro para ele, um Athlon 2400+ com uma configuração razoável. Ficou pronto no fim de tarde de terça feira, como não estava muito afim de enfrentar o trânsito, deixei para ir buscar na quarta-feira. Trazendo o micro aqui em casa, lá estava eu trocando as CPUs ( substituindo a velha) mas aproveitando a mesa e o monitor. Percebi que ele veio com o HD vazio, o que era de se esperar. Entretanto, ao bootar os CDs de Sistema Operacionais notei que havia algo errado, havia uma ocorrência errática de erros de sistema, GPFs, crashes etc. As únicas coisas que não travavam era o DOS modo real do Windows98, o FreeDOS e o DOOM, tanto 1 como 2. Quake travava depois de alguns segundos de jogo, até o instalador do Linux travava!
Eu fiquei a tarde inteira insistindo, supondo que o problema fosse originário do aquecimento. Abri o gabinete. Nada, crashes continuavam. Botei um ventilador das comuns do lado do gabinete ventando para dentro. Os crashes continuavam, tentei instalar qualquer coisa, e eu tentava imaginar uma maneira de convencer os vendedores da loja a trocarem ou o processador ou a placa-mãe supondo eu que alguns desses dois fossem a causa do problema. Antes de dormir, por volta das 1:30 da manhã me ocorreu então que o problema poderia estar no módulo de RAM, um DDR333 256MB.
Acordei cedo, por volta das 6:30, liguei o computador, e o K6-2, para baixar o memtest86. Peguei o ISO, gravei num CDRW e rodei no Athlon. 5min depois, nada, 10min depois nada. Resolvi largar testando enquanto eu iria tomar um banho. Já meio impaciente crendo que a RAM não fosse a causa dos crashes. Saindo do banho, olhando o monitor do computador, eu gritei "AAAAAAAAAAAAAAAHHHHHHHHH". 57 erros!!!
Tirei o módulo fora da placa-mãe, levei até a loja para substiuição foi rápida e sem reclamações. Voltando, recoloquei o módulo no computador, liguei, rodei o Quake já instalado, e muito bom, rodou perfeitamente. Assim mesmo rodei o memtest86 pelos mesmos 20minutos que detectaram o problema no módulo anterior e sem erros. Muito bom.
E após algumas horas, o micro aqui está funcionando sem problemas.
Eu nunca tive problema com módulo de memória, esta foi a primeira vez, por isso eu apanhei, e como!

quarta-feira, março 03, 2004

Teclado



Sei que muita gente tem esperança do dia que o uso da voz ou de alguma interface mental possa tirar esse "periférico" entre o PC e nossas mãos, já existe isso, se chama via-voice, entretanto não é muito utilizado, eu pessoalmente nunca testei e nunca vi funcionando, embora tenha uma versão nativa para o OS/2.
Até lá eu irei me virando com ele. Reparei há tempos que o teclado de meu uso andava sujo e imundo, ontem há noite resolvi abrir para limpá-lo. retirei tecla por tecla, as membranas internas, etc. Creio que esse teclado nunca passou por uma limpeza interna a julgar pela sujeira que encontrei. Durante a limpeza eu acabei quebrando um dos suportes que estabilizam a barra de espaço junto com uma "haste de pivotamento". Tentei ver como ficava sem a tal trava e ficou uma porcaria, a barra de espaço travava em um dos cantos. Então resolvi fazer um substituto para a trava, um pedaço do arame do clips. Ao instalar no lado que quebrou, acabei por quebrar o do outro lado também, então fiz para os dois lados. Ficou bom. :)

Ah, esqueci de mencionar o motivo que me levou a limpar meu teclado: o aprendizado do layout Dvorak diferente do nosso qwerty. Pode ser que venha a ser mais um dos modismos inventados por mim não duradouros, mas vou tentar aprender a usar aos poucos, muitos sites mencionam a maior eficiência na digitação da língua inglesa, vou testar. A idéia de testar o dvorak partiu do Antoniutti "msxland", amigo meu de Curitiba. Disse apenas que já viu ou ouviu falar que ele é mais eficiente e rápido. Modifiquei as teclas de lugar para eu poder usar dvorak sem ficar precisando de um papel com a disposição de teclas na minha frente. Embora tenha ficado estranho pois as teclas de algumas linhas possuem altura diferente das outras, ficou usável. Não vou ficar me dedicando ao seu aprendizado, irei treinando aos poucos dia a dia, espero que em um ano eu já tenha uma velocidade de digitação comparável ao do teclado normal qwerty. Não me importo com as teclas estarem fora do local mesmo pq para digitar no modo tradicional, eu não olho para o teclado mesmo, confundo-me um pouco no começo quando passo a usar um ABNT-2, entretanto para o US-International não tenho problema algum em digitar. Veremos se em 2005 vou conseguir usar dvorak tão rapido ou melhor que o qwerty. Claro ainda continuarei usando qwerty por muitos anos. Espero que isso não me leve a ficar confuso na minha cabeça. Mas lendo alguns sites a respeito, percebi que a longo prazo, intercambiar de um teclado para outro é mera questão de "chaveamento" metal. :)

segunda-feira, março 01, 2004

Distribuição do uso do Tempo



Há muito tempo já havia percebido o tempo dispendioso que fazia uso de bobagens aqui na Internet, sabia disso, entretanto era difícil abandoná-las. Então tomei uma drástica decisão: abandonei quase que totalmente os vícios que tomavam conta de mim. Uma vez possuidor de uma conexão de banda-larga, o controle do uso sempre foi mínimo. Uma vez ou outra tentava abandonar alguns dos hábitos, sem sucesso. Hoje de madrugada resolvi abandonar quase tudo, pelo menos por alguns meses de modo a disciplinar minha vida. Terei sucesso porque nunca tive tal tipo de atitude até hoje. E meu costume seria sumir sem comunicar nada aos amigos, bom, por este blog estou cumunicando.
Continuarei meus projetos ligados ao MSX, ao Amiga500, OS/2, Linux. Passarei a me dedicar mais para minha vida profissional de hoje em diante, uma vez que deixei ela um pouco de lado desde que me desliguei de meu último emprego. Hobbies podem enriquecer a vida, mas no meu caso, não tem servido para "comprar meu pão".
Esse blog continuará funcionando, escreverei ainda, não se preocupem. :)

Sucesso a todos!