segunda-feira, janeiro 16, 2006

HD de 200GB vs placas-mãe antigas

Um fato curioso na semana passada com uma motherboard antiga:


mobo: PCChips M812LMR-H + Duron 950
Harddisk: Seagate 200GB Barracuda ST3200822A ATA


Normalmente HDs grandes não combinam com hardwares antigos porque ou não reconhecem integralmente o tamanho disponível ou travam e nem bootam.

Vou fazer um breve histórico dos limites de mobos quanto ao tamanho dos HDs:

  1. 540MB — foi o primeiro limite de HD, facilmente superado por programas externos e o novo suporte para LBA ( Logical Block Addressing )

  2. 8.4GB — não lembro se teve um outro entre esse e o anterior, mas esse foi meio chato, exigiu-se a troca de BIOS senã só reconhecia seu limite, 8.4GB, mesmo em HDs com 15GB ( aconteceu comigo );
  3. 32GB — o limite mais chato de todos por travar o micro. Exige uma modificação, upgrade na BIOS caso contrário rebootava. É o limite da maioria das placas-mãe antigas sem updates de BIOS. Um HD maior que isso ligado a uma placa com esse limite simplesmente não boota, porque a rotina da BIOS de cálculo de tamanho de HD dá um erro de 'divisão por zero' (!) Há uma página com algumas BIOS que resolvem esse problema. No final dela um deles, o Petr ensina como fazer o patch de uma maneira bem porca, mas pelo menos descreve como fazê-lo. Precisa conhecer asm de x86

  4. 65GB &mdash ainda não enfrentei esse, mas segundo alguns infos, existe. A maioria dos patchs de 32GB pula para o próximo, abaixo

  5. 137GB– outro chato hehe. Um drive de 120GB salva, entretanto os de 160GB e 200GB ou maiores encontram problemas aqui. Como solução surgiu um novo patch de BIOS e um novo padrão conhecido como LBA 48-bit o qual teoricamente suporta até 144115188075855872 bytes, ou melhor 144 petabytes, 144115 Terabytes ou 144115188 GB! Um limite muito distante.



O limite de 137GB usa LBA 28-bit. Bom continuando a descrição do causo, comprei esse HD de 200GB imaginando que o último BIOS de 2002 para M812LMR-H suportasse LBA-48bit. Testei com a BIOS antiga, de 2001, reconheceu 137GB. Então fiz o update da BIOS...Bootei de novo e de novo! 137GB!!!! Fiquei com muita raiva na hora. Uma coisa que não tinha notado é que o micro não travava mais como no limite de 32GB. Bom, mas eu já imaginava que dos 200GB, o Windows só reconheceria 137GB, uma perda de 31.5% ( na verdade mais pq o HD não tem 200GB reais, tem menos, mas isso é outro papo que não estou afim de entrar no mérito ).

Eu já estava supondo que teria que deixar esse de 200GB como slave e o de 20GB que já havia no micro como HD de boot, mas não estava afim disso, esse de 20GB podia ser usado em algum outro micro, decidi então testar o 200GB sozinho. Configurei-o como master e bootei o Windows. Como previ, ele travou ( bom, pensei que travou ). Rebootei, peguei o WindowsXP SP2 eng para testar e a mesma coisa. Fiz isso cerca de cinco vezes até eu ficar sem paciência e fui passear um pouco.

Voltando rebootei o XP2 br de novo, decidi esperar na parte que 'parecia' que travava...logo na tela azul, antes de aparecer a tela de 'licença' e do [F8] de 'Eu concordo'. Essa 'demora' nunca aconteceu comigo antes, nem com uma mobo mais atual que reconhecia 200GB na BIOS.

Continuei a instalação para ver o que acontecia, e o maldito rwin reconheceu os 200GB no particionador dele. Ficou travado uns 8 minutos na tela "azul" vazia sem nem mesmo piscar o HD. Que raiva! Agora posso deixá-lo como master mesmo e retirar o HD antigo de 20GB e poder aproveitar a maior velocidade dele, que é ATA100, ao contrário do 20GB que é ATA33 ou 66. Ah, não é por demais repetir, claro que tem que ser CD com rWinXP SP2, SP1 no mínimo que tem suporte para LBA 48bit direto do CD de instalação, nada de SP depois de instalado que aí não vai reconhecer mesmo.

Bom, gostaria de ter tentado experimentar com Linux e OS/2, como a máquina não é minha...e precisava trocar rápido, ficou assim mesmo.