terça-feira, junho 13, 2017

Morte, crime e doença

"Não é só a morte que iguala a gente. O crime, a doença e a loucura também acabam com as diferenças que a gente inventa." - Lima Barreto - escritor brasileiro (1881-1922) na obra Diários Íntimos

Abstenho-me de continuar com textos que tenho escrito anteriormente. O fel basta por si só, a cercar muitas conversas, nos textos, jornais escritos e televisivos. Não é levar o niilismo às últimas consequências, certamente pensar no contexto continua, não há como evitar. Temos já um caldo de cultura excelente para muitos estudos futuros mas com tendências de difíceis de conhecer, tal como muitos tem feito em ensaios por analistas.